Pitacos de Ana!

De  |  Nenhum Comentário

Olá, meninas! Como estão?

Hoje quero falar com vocês sobre a relação de amor e ódio que temos, a vida toda, com os nosso cabelos!

Minha amada e indelicada avó sempre me disse para não cortar muito o cabelo, ela gostava dele comprido. Maaassss, como adolescente nunca escuta ninguém, uma vez resolvi que queria ter o cabelo bem curto, pouco acima dos ombros. Eu nunca tive cabelo realmente comprido, mas a diferença seria relativamente grande.

Cortei. Acima dos ombros e com franja. Eu havia amado! Até que a minha avó viu e fez um escândalo! “Minha filha”, dizia ela, “você já é gorda e ainda corta esse cabelo desse jeito!?! Sua cara tá parecendo uma lua cheia!”

Pronto. Fiquei traumatizada. Prometi a mim mesma que nunca mais cortaria meu cabelo. Depois de me acalmar, vi que era insanidade prometer uma coisa dessas e resolvi que não teria mais cabelo curto (era o suficiente).

Desde então,  por uns 12 anos eu mantive meu cabelo sempre abaixo dos ombros e cheguei até a poder dizer que meu cabelo estava mesmo comprido. O problema é que, como da outra vez, eu me cansei de me olhar no espelho e ver sempre a mesma coisa. Plumagem (porque não tenho coragem de pintar meu cabelo), com franja ou sem franja, era a mesma coisa. Então, depois de ver esse corte (abaixo) maravilhoso, resolvi repentinamente que queria meu cabelo assim também.

picatosdeana

Olivia Wilde

Meti isso na cabeça e nada me fazia mudar de ideia. Eu esqueci por completo a lua cheia e me joguei. Já no salão, quando vi aquele monte de cabelo no chão e me olhei no espelho, entrei em pânico!  A primeira coisa que veio à minha cabeça foi a lua cheia! Mas, quer saber? Quando ficou pronto e eu me olhei no espelho, eu amei! Senti que estava muito diferente, mais jovem até, mais moderna, mais feminina. De tanto medo de cortar, já havia mais de 6 meses que meu cabelo não via tesoura e ele estava totalmente sem forma. Agora não. Eu realmente amei!

E por que estou contando essa ladainha pra vocês? Pra dizer que, sim, gordinha pode escapar da lua cheia e ficar bonita de cabelo curto. Eu me dei conta que, lá atrás, eu havia escolhido o corte e o profissional errados. E isso fez toda a diferença. Cabelo comprido realmente dá a impressão de rosto mais fino, alongado. Mas o curto também tem seu charme. Quer ver?

page23

Imagens gentilmente cedidas pelo Google! =)

pitacosdeana7

 Camila, do blog Meu espelho diz

pitacosdeana8

Bruna, do blog Tudo de B.

 

Bom, espero não tê-las cansado com essa looonga história. Ainda está com medo de cortar? Pesquise muito, encontre o corte que faça seu coração bater mais rápido, procure por um bom profissional e se joga! Vale a pena!

 

Bjos,

Ana

Ana

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *