Camila te leva: Cabo Frio

De  |  Nenhum Comentário

Pessoas lindas da minha vida!

Como vocês sabem fiz um detox de redes sociais na minha viagem para Cabo Frio. Foram 8 dias mexendo o mínimo possível no telefone, então as fotos são poucas, e por isso peguei algumas na net para compartilhar minhas experiências com vocês dessa viagem incrível.

Viajei em família, mais preciso: com a família do Boy, para Cabo Frio no Rio de Janeiro e tive a oportunidade de conhecer Búzios e Arraial do Cabo também.

Quando chegamos em Cabo Frio, já assustei devido ao tanto de prédios para aluguel perto da praia. São vários condomínios para alugar e como era época de passagem de ano, estavam na maioria lotados. Então a minha dica é alugar um apê e dividir com a família ou amigos, seja por ebooking ou qualquer agência de turismo de lá.. No meu caso, ficamos em um apê da família.

Fomos para a praia todos os dias, ficávamos horas por lá e depois íamos almoçar, e em seguida andar pela cidade no período da noite.

A praia é linda, areia branquinha e o mar dependendo do sol, fica a coisa mais linda da vida, de verde a azul, uma imagem surreal e inesquecível.

Outra coisa bacana por lá é o Réveillon, passamos na praia, com direito a uma queima de fogos de 15 minutos que foi inesquecível para essa virada de ano. Muita gente na praia e os fogos de babar.

Os ambulantes variam de empadas, camarões e ostras (que não consegui comer devido a falta de higiene dos ambulantes, passavam com os frutos do mar na bandeja sem gelo, tipo eles torrando no sol sabe? Não tive coragem) , o foleado de banana do Luiz Trindade é espetacular viu? Tem que comer! No mais milho cozido, cuscuz, açaí e água de coco. E para quem gosta uma cervejinha. Senti falta daqueles ambulantes que fazem batida em abacaxi, não tem por lá!

É bem tranquilo lá, bem diferente de Porto de Galinhas que os ambulantes passam de 5 em 5 minutos. Mas em Porto de Galinhas eles são mais preocupados com a higiene, foi a minha impressão.

O centro da cidade em si, achei bem feio e fedido. Então optamos andar mais pela orla e pelos restaurantes de lá. Bom aí vai minha dica, não sei se era a época, se estava lotado demais, mas não tive boa impressão dos restaurantes/botecos da orla, primeiro porque as bebidas estavam todas quentes, e em um tivemos a infelicidade de encontrar uma barata frita junto ao camarão. Ecaaaa! Ainda deu o maior problema porque o moço queria que pagássemos a conta sem ter consumido quase nada. Tipo, lá era obrigado a consumir 200 reais para ficar no quiosque no dia do Réveillon. Foto da orla e dos botecos:

Mas vamos as coisas boas que é o Canal do Cabo Frio, esse com certeza vocês devem ir lá desde o inicio, e nós infelizmente descobrimos só no final da nossa estadia. Cheio de restaurantes e bares maravilhosos, aconchegantes e com aquele estilo bem litorâneo e chiquezinho. Fiquei apaixonada por essa parte.

Jantamos no Restaurante Galápagos, que na boa, nunca comi um Filet Mignon igual o de lá! E foi acompanhado a um risoto de cogumelos. Credo, só de lembrar já salivo a boca toda. E os demais pratos pedidos também foram incríveis, batata com recheio de camarão e um risoto de camarão. Minha dica é, se for em Cabo Frio, vá no Galápagos, está entre os 5 mais top pelo TripAdvisor. Achei o preço merecido, por exemplo; esse Filet Mignon com Risoto de Cogumelos era 56 reais o prato que é muito volumoso. Pago e pagarei novamente se voltar lá! hahaha

 

Como é tipo uma ponta do estado, as cidades ficam a 30 km no máximo, mas com trânsito pesado… O primeiro passeio foi à Búzios, que é uma cidade famosíssima, além de linda claro. Antiga, litorânea, chiquérrima e maravilhosa! Que ficou ainda mais conhecida por causa da atriz francesa Brigitte Bardot. Na rola tem uma estátua dela que muitos turistas ama tirar foto.

Andamos pela orla e percebi o tanto que é linda e cheia de embarcações por lá.

A famosa Rua das Pedras, é outra dica importante, não deixe de ir. Cheia de bares, restaurantes e várias lojas lindas! Na verdade é tudo lindo e sofisticado.

As mulheres vão bem arrumadas e até de salto para lá.

Jantamos em um restaurante Self Service chamado Buzin, que tem japa, frutos do mar entre várias outras coisas.. Achei a comida boa, mas achei muito caro, tipo um prato 60 reais. Como tudo em Búzios é bastante caro, igual, tomamos um sorvete 18 reais duas bolas.

O restaurante em si é lindo. Mas esperava mais dele…

 

Vamos passar para o Inesquecível passeio de barco em Arraial do Cabo.

Sabe aquele sentimento de gratidão e você ver o dedo de Deus em tudo? Em como ele caprichou em muito detalhes? Que lugar, que energia, que vibe, que delicia de passeio.

Andamos em alto mar, que é uma sensação estranha, mais prazerosa e um pouco conflitante se não dizer medonha.

Conhecemos alguns lugares do litoral da cidade e visitamos algumas praias de lá. Sério, esse passeio TEM que ser feito. E dica importante é conhecer bem a embarcação ou deixar pra comprar lá no caís. Ou alugar uma embarcação pra você e sua família.

Passeamos com a JAGAU II, embarcação menor com 30 tripulantes e tivemos passeios indescritíveis. Mergulhar no fundo do mar, com aquela água cristalina e quentinha, em dois pontos diferentes, além de duas praias. Conhecemos também algumas grutas e um restaurante flutuante de lá. Pagamos 50 reais por cabeça e ganhamos a passagem da Manu.

 

No mais, foi mais uma experiência incrível! E digo, vale a pena ir a esse litoral! Viajar é enriquecer a alma.

Beijos, Camila Roza

 

 

 

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.