Mitos e Verdades na Gravidez – Dr Tatiane Chagas

De  |  Nenhum Comentário

Maravilhooosas!

A gravidinha aqui ficou feliz demais em saber que o primeiro post relacionado com minha gravidez seria de mitos ou verdades na gravidez.

Muita gente “médica” querendo palpitar na minha vida e eu vim aqui comentar algumas coisas com vocês. Não só por escrito mas por vídeo também! Convidei a minha obstetra e ginecologista Dra Tatiane Chagas e vamos responder as perguntas né?

Quando o assunto é gravidez ainda existem muitas dúvidas e mitos. Hoje falaremos sobre alguns Mitos e Verdades!

1) O primeiro trimestre de gravidez é o mais delicado? Isso é VERDADE!

No primeiro trimestre da gestação ocorre a formação do embrião, por isso é importante evitar o consumo de certas medicações, bebidas e alguns exames de imagem, para não prejudicar na sua formação. Além disso, a maioria dos abortos espontâneos pode ocorrer no primeiro trimestre, independente dos hábitos da paciente, principalmente por alterações genéticas do embrião. Por isso o primeiro trimestre é considerado o mais delicado da gravidez.

2) Grávidas sentem mais calor? Isso também é VERDADE!

O metabolismo da mulher fica mais acelerado na gestação, levando a um pequeno aumento na temperatura corporal. Já no final da gravidez, o próprio aumento do abdome faz com que a gestante faça mais esforço, o que aumenta ainda mais a sensação de calor.

3) Mulher grávida deve comer por dois? Isso é MITO!

O ganho de peso na gestação leva em consideração o IMC (Índice de Massa Corpórea) pré-concepcional da paciente. Assim, a quantidade adequada de peso vai depender se a mulher iniciou a gestação em baixo peso (IMC <18,5), em peso adequado (IMC entre entre 18,5 e 24,9), com sobrepeso (IMC entre 25 e 29,9) ou com obesidade (IMC >= 30). É importante reforçar que mulheres que engordam muito tem risco de desenvolver hipertensão e diabetes  gestacional, além de complicações durante o parto, mas também que o ganho de peso faz parte de um processo fisiológico fundamental para o bom desenvolvimento do bebê.

4) Grávida não deve fazer ginástica? Isso também é MITO!

Na ausência de complicações ou contraindicações obstétricas, atividade física durante a gravidez é segura e desejável.  Apesar do fato da gravidez estar associada com alterações anatômicas e fisiológicas profundas, exercício tem riscos mínimos e foi demonstrado que beneficia a maioria das mulheres. Durante o exercício as mulheres devem estar hidratadas, usar roupas folgadas e evitar temperaturas quentes e umidade, principalmente no primeiro trimestre. O tipo de atividade física vai depender do condicionamento físico que a gestante já tinha quando engravidou. As mulheres grávidas que são sedentárias antes da gravidez, devem seguir uma progressão mais gradual de exercício. Já as mulheres que já tinham exercícios regulares antes da gravidez e tem gravidez sem complicações, podem ser capazes de executar exercícios de alta intensidade, como corrida e aeróbica. É necessário que seja feito uma ingesta calórica adequada e que o tempo de exercício seja limitado, afim de evitar hipoglicemia. Converse com seu obstetra para avaliação do tipo de atividade física mais indicada para você!

5) Grávida não pode pintar o cabelo? Isso DEPENDE!

Após o primeiro trimestre a gestante pode fazer uso de produtos que não contenham amônia, formol e metais pesados, como chumbo, cádmio e arsênio. Xampus tonalizantes podem ser usados com autorização médica. Fique atenta a composição do produto!!!

6) Grávida não pode fumar? Isso é VERDADE!

O cigarro aumenta os riscos de parto prematuro, problemas com a placenta e baixo peso ao nascer. Fumantes passivas também tem risco de terem bebês com baixo peso.

7) Grávida tem que ficar longe de gato? Isso é uma MEIA VERDADE!

Quando falamos sobre gatos, a preocupação é por conta da Toxoplasmose, uma doença causada por protozoário e que pode ser transmitida por meio das fezes dos gatos. Pessoas não grávidas quase não percebem sintomas quando estão com a infecção, porém as gestantes podem ter problemas quando a adquirem durante a gravidez, como malformações no feto. Por isso, sempre que a gestação é diagnosticada, a gestante faz no Pré-natal o exame de Toxoplasmose, para avaliar se ela tem riscos ou não de contrair a doença. Caso ela tenha riscos (seja susceptível), deve ter cuidado com gatos de rua e suas fezes e passar tarefa da limpeza da caixinha de areia de seu gato de estimação para outra pessoa.

8) Gestante não deve consumir alimentos crus? Isso também DEPENDE!

Durante a gravidez é ainda mais importante tomar cuidado com a procedência e conservação dos alimentos, bem como a higienização do restaurante, para evitar infecções alimentares. Para evitar a Toxoplasmose é importante ingerir agua tratada ou fervida, lavar bem frutas e verduras, ingerir carne bem cozida. Peixe cru não transmite Toxoplasmose. O risco de ingestão de comida japonesa para a gestante é o mesmo de uma mulher não grávida: ter uma infecção intestinal. Por isso é importante saber a procedência do restaurante quando for comer esses alimentos.

9) Azia é sinal de que o bebê será cabeludo? Isso é MITO!

Esse é um dos mitos mais frequentes da gravidez! É normal que a gestante apresente esse sintoma no início da gestação devido ao aumento dos níveis do b-HCG. Já do meio para o final da gravidez, a azia é consequência do aumento de outro hormônio, a progesterona, que tem ação na digestão da paciente. Como a digestão fica mais lenta, pode ocorrer azia com mais frequência.

10) Ficar muito tempo sem se alimentar pode causar aumento nos enjoos? Isso é VERDADE!

A falta de alimentação faz com que o estômago produza mais ácido gástrico, piorando a sensação de mal-estar, enjoos e azia. Por isso, é recomendado que a gestante evite jejum prolongado e faça pequenas refeições ao longo do dia. Importante também reforçar que enjoos no primeiro mês não significa que o feto seja menina e nem que muito enjoo significa que o bebê seja cabeludo!!!

11) Barriga pontuda é menino e barriga redonda é menina? Isso também é MITO!

Barriga pontuda não indica menino, nem redonda, menina. O formato da barriga é dependente do tamanho da placenta, da quantidade de líquido amniótico e do próprio tamanho do bebê. Da mesma forma, barriga grande não indica bebê grande, bem como barriga pequena não indica bebê pequeno.

12) Parto: uma vez cesárea, sempre cesárea? Esse é outro MITO!

Paciente que teve um parto cesáreo pode sim ter parto normal. Estudos demonstraram que ter parto normal após uma cesariana não aumenta riscos de complicações materno fetais, ao contrário de cesáreas sucessivas. Converse com seu Obstetra para avaliação de seu caso!

13) Grávida não pode fazer sexo? Isso também é MITO!

Pacientes de risco habitual, sem complicações na gestação, podem ter atividade sexual. O bebê está bem protegido dentro do útero, sexo não vai incomodá-lo ou machucá-lo. Portanto, se a paciente tiver vontade, pode sim ter relação sexual.

14) Grávidas podem perceber alteração na visão? Isso é VERDADE!

As alterações visuais podem ocorrer devido às mudanças nos níveis de progesterona, hormônio que desempenha papel fundamental durante a gravidez. Isso pode levar a ocorra uma mudança no formato da córnea, acentuando casos de miopia e podendo causar ressecamento. As alterações de visão, que se manifestam durante a gestação, são geralmente temporárias. Quando as taxas de hormônios se normalizarem, a visão e a capacidade de foco também se normalizarão. Deve-se ficar atendo para visão manchada e percepção de pontos luminosos, que podem ser sinais de pressão alta durante a gravidez.

Outra alteração que pode ocorrer com o aumento da progesterona, é uma dificuldade de concentração, daí a sensação de estar mais lenta. Isso também normaliza após o retorno da progesterona a níveis não gestacionais!

Assistam o vídeo que está bastante interessante e bacana de se ver:

Dra Tatiane Chagas

 😷Ginecologista e Obstetra

🌸Centro Médico Santa Casa de Patrocínio

📞(34) 3515-2520

Beijos, Camila Roza

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.